Tag Archives: século passado

Me encontro entre os quatro trilhos…

Me encontro entre os quatro trilhos

Como filhos separados ao nascer

Correm para encontrar o infinito

Mas só vão e vêm, porque trem.

 

Alargo os passos pra pisar dormentes

E posso estar fugindo

Faz um sol parado dos diabos

Cascalho pra todos os lados

 

Só cacos na bagagem

Alguns colados pelo caos, como retalhos

Outros sós, cacos cortantes

Pó de tudo, pó de nada

 

Sempre ao ser esquartejado

Pelo aço e pelo diesel que se enroscam

Fico contemplando daqui a idéia

De descarrilar numa tangente

A gravidade das poucas badaladas

A gravidade das poucas badaladas

A gravidez da madrugada

As pálpebras abertas empurram o olho pro fundo

E a alma queria repousar do mundo

 

A mente, quente, crepita descobertas

Deduções, desbrava trilhas que encontra abertas

O corpo tenso de fadiga, extenuado

Revolve-se vivo num caixão fechado

 

Em poucos minutos, mais uma noite em claro

Ferido pela friagem, pela claridade

ergo-me, rastejo, paro

 

Olho a janela e reaparece a cidade

Todas as pessoas e cores renasceram num piscar

Quando vejo isso tudo, tenho sono e vontade de sonhar